O que saber sobre Regulamentação da Profissão de TI

O projeto de lei 607/2007 é falho e engessa o desenvolvimento do Brasil no nível tecnologico com argumentos que mais prejudicam do que ajudam, quem é da área de TI ou sabe ou não sabe, formação não é conhecimento.

Ementa: “Dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão de Analista de Sistemas e suas correlatas, cria o Conselho Federal e os Conselhos Regionais de Informática e dá outras providências.”

Nós profissionais de TI percebemos que isso é prejudicial ao desenvolvimento da área, afinal de contas, não terão como ter controle de tudo que é feito, ou como é feito, a regulamentação irá somente enriquecer as faculdades, ou obrigará pessoas esperarem para a inovação? Pois veremos abaixo alguns programadores que começaram muito mais novo que 22 anos, que seria a idade após uma graduação.

Este projeto está arquivado desde 26/12/2014

Mas afinal o que temos no Projeto de Lei 607/2007?

  • Ser um analista de sistemas por exemplo você terá que ter cinco anos de experiência com registro no conselho regional de informática ou um diploma na área.
  • Ser um técnico em informática tem também que ter registro de quatro no conselho ou ter o ensino médio técnico em processamento de dados.
  • Jornada de 40 horas semanais, dando liberdade aos sindicatos para a redução da jornada.
  • 20 horas semanais, para os que fizerem trabalho repetitivos, não podendo passar de cinco horas diárias com 15 minutos de descanso e lanche.
  • Estágio no maximo de 2 anos, trabalhando como assistentes e é obrigatório o período de formação profissional.
  • E CLARO, teremos que pagar ao conselho CREI (Conselhos Regionais de Informática) e ser fiscalizados pelo CONFEI (Conselho Federal de Informática.

Eu gostaria so de perguntars:
Como eu iria comprovar o código sendo meu? Teria que imprimir ele e documentar em algum lugar? já pensou, terminar um código, e ter que entregar a um conselho que fiscalizaria este código? pois o meu código poderá ser alterado por qualquer um, afinal os médicos e engenheiros assinam receitas ou plantas.

O site Foco Liberal publicou um artigo com 14 motivos para você ser contra a regulamentação dos profissionais de TI, vale a pena ler.

Conheça alguns programadores que não tinham nem 18 anos quando começaram a programar.

Larry Gadea: Começou a programar aos 8 anos de idade, ao criar um plugin para na época o Google Desktop Search ele chamou a atenção da gigantesca da internet, depois trabalhou no Twitter como engenheiro de back-end resolvendo problemas que a rede social estava tendo em seus servidores.

Nikos Adam: Contratado pelo Google aos 12 anos de idade, é responsável por uma rede social focada em seu País de origem, e também faz parte da equipe que desenvolve uma plataforma de jogos online que não necessitem de um servidor próprio.

Aaron Swartz: Aos 15 anos trabalhou no grupo RDF na World Wide Web (W3C) que foi o autor da RFC 3870 Application/RDF+XML Media Type Registration, o documento tem o objetivo de ser um novo tipo de mídia web.

John Meyer: ele é considerado um dos mais visionários programadores do iTunes, com a mão no desenvolvimento de: Fresco News, Just Light e Perfect Shot, desde os 16 anos ele participa do evento de programadores da Apple, ele já lançou mais de 40 apps no iTunes e recusou um emprego na Apple, para ser desenvolvedor independente.

Henrique Dubugras e o Pedro Franceschi: Criaram o pagar.me. Dubugras começou a programar aos 13 anos e Franceschi foi o primeiro brasileiro a desbloquear o iPhone 3GS e o primeiro a fazer a Siri do iPhone entender português.

Precisa de mais?? Já vimos que não existe projeto de lei para regulamentar isso, programar, trabalhar com tecnologia, é muito mais do que ter um certificado e sim saber fazer.

Daqui a pouco vão criar projeto de lei para regulamentar o empreendedor, ou seja, você terá que ter Doutorado (nada contra a formação acadêmica) para abrir seu próprio negócio. É o negócio é sair do Brasil mesmo.

Só pra não falar totalmente contra o projeto de lei, a única (ÚNICA) vantagem é a saída do mercado dos que só enrolam e fazem as coisas de qualquer jeito.

Você concorda com esse projeto de Lei ? Comenta ai de que forma isso te afetaria Siga o informacaotech.com feed, twitter, facebook, telegram.

Sou alguém apaixonado por tecnologia, empreendedorismo, redes sociais, Twitter, estatística e administração.
Superintendente de Internet na Canção Nova

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *